UMA VITÓRIA POR DIA

Archive for janeiro 2012

Existe dentro de mim um botão,  do tipo liga e desliga. Ele funciona quando menos espero e aciona em uma rapidez absurda. Esse botão muda o meu humor, o meu modo de agir durante o dia e ontem, o botão acionou o modo triste.

19:00 – Garoa em São Paulo, fila do ônibus – espera interminável.
A conversa na fila era que a rede elétrica estava com problemas, então o ônibus iria demorar. Fiquei com aquele olhar perdido para o outro lado da calçada.
Meus olhos param em um mendigo que veio da Praça da Sé e parou em frente a um pedaço de casca de melancia.
A casca estava com a parte em que havia polpa virada para baixo, mergulhada na poça d água que tinha se formado na calçada. Ele se abaixou, pegou a casca, secou na calça e começou a comer.
No momento em que ele se abaixou eu gritei( mentalmente) um  NÃO e fiquei olhando…quem sabe ele pudesse ouvir meus pensamentos.
Mas ele não ouviu. Ele era só um homem que perdeu tudo na vida, sabe-se lá por quais motivos .Ele não era o Super Homem, com ouvidos biônicos.
O homem mastigava com dificuldade aquela casca. A fome deveria corroer suas entranhas.
No próximo segundo, o movimento involuntário do meu braço procurou a bolsa para pegar a certeira, mas lembrei: nunca ando com dinheiro na carteira. O que tenho (que sempre é pouco) deixo no banco e se precisar pagar algo, pago com o cartão de débito.

A partir desse exato momento de constatação é que o botão deu start na minha tristeza bipolar.

Eu tinha feito em poucos segundos um roteiro de operação.

1 – Desisto da fila do ônibus em que estava a pelo menos 20 minutos
2 – Vou até o bar que tem na esquina e peço pra fazer um lanche, dos grandes
3 – Pago com débito
4- Caminho até o outro lado da rua, entrego para o homem
5 – Ele come a que poderia ser a sua única refeição do dia(s)
6 – Entro na próxima fila, pego o próximo ônibus e vou pra casa, pensando que pude fazer algo de bom pra alguém

♥Olha como eu sou legal, prestativa e me importo com as dificuldades dos outros, tentando sempre ajudar♥

Ahan…. senta lá Cláudia.

O roteiro mudou já no primeiro tópico e segue aqui a verdade das pessoas acomodadas que só se preocupam com seu bem estar:

1- Já estou esperando esse ônibus a 20 minutos, quanto tempo vai demorar o próximo? Vai ficar escuro, estou cansada e ainda tenho que passar no supermercado.
2 – Até o cara do bar fazer o lanche, embalar, eu pagar, ahhh, vai mais uns 10 minutos.
3 – E se eu chegar com o lanche o homem não estiver mais lá ou não aceitar, ou estar bêbado ( o que me deixaria muito brava) ou tentar me assaltar?

Então, fiquei ali, parada, vendo o homem mastigando aquela casca dura de melancia, sua refeição do dia ou da semana. O ônibus chegou e eu parti em direção aos meus afazeres e ao meu conforto.

E fica a questão: Porque penso antes no meu bem estar? Porque sou imperfeita e acho que essa situação jamais irá acontecer comigo. Mesmo tendo certeza que NINGUÉM está livre disso. Só porque as voltas que o destino dá não estão escritas em lugar nenhum.
porque fazer dezenas de julgamentos, perdendo tempo em ajudar?

Um dia li uma história:

Uma família estava dentro da padaria comprando pães, frios e outras coisas e um homem observava pela vitrine, do lado de fora da padaria. O pai da família sentiu-se encomodado com a situação e preocupado com a segurança dos filhos e da mulher, pediu para que o segurança da padaria fosse até o homem e o expulsasse do local.
O segurança chegou e com bastante violência disse, empurrando o homem:
Vai pra lá, seu bêbado, não quero nenhum mendigo rondando a padaria. Circulando, circulando. meus clientes estão com medo que você os assalte na saída.
O homem então disse:
Senhor, eu vou sair mas gostaria de dizer que não sou assaltante. Estava apenas olhando os bolos decorados da vitrine e pensando em como minha filha Beatriz ficaria feliz ao comer um pedaço deles . E também não estou bêbado. O tremor dos meus braços e pernas é fraqueza senhor. Já tem 2 dias que não como. Mas fique tranquilo, sei que o senhor está apenas cumprindo ordens e eu vou sair da frente da padaria. tenha um bom dia e fique com Deus.

Anúncios

Cara, você pode não ser o primeiro, o último ou o único homem dela. Ela amou antes e pode ser que ame de novo.
Mas se ela te ama agora, o que mais importa?
“Ela não é perfeita – você também não é e vocês dois podem nunca ser perfeitos juntos, mas se ela te faz rir, te faz pensar duas vezes e admite ser humana e cometer erros, segure-se a ela e ofereça o máximo que você puder.
Ela pode não estar pensando em você a cada segundo do dia, mas ela te dará uma parte dela e  sabe que você pode quebrar – o coração.
Então não a machuque, não queira muda-la, não analise e não espere mais do que ela pode dar.
Sorria quando ela te fizer feliz, diga quando ela te deixar com raiva e sinta a falta dela quando ela não estiver por perto”. (por Antares Begiato).

 

Mina, aproveite todos os momentos bons que ele te proporcionar. Curta as coisas simples. O calor da mão dele junto da sua, o beijinho roubado quando passa pelo corredor da casa, o SMS de bom dia e o beijinho de boa noite. Aprenda que os homens não se atentam aos detalhes, mas quando ele planejar coisas, mostre o quanto ficou feliz e agradecida, porque isso é trabalho complicado pra ele e, se ele faz por você, é porque te acha especial e sabe que merece.
Ele poderia estar com qualquer outra mulher que quisesse, de verdade, então mostre o quanto está feliz por ele ter escolhido você.
Infelizmente não existe garantia ou prazo de validade estipulado, mas viva intensamente, todos os dias, o prazer de estar ao lado dele, esse ser incrível pelo qual o seu coração se apaixonou.

Meu mes, na melhor companhia.

  Que quer dizer “cativar”?

– É algo quase sempre esquecido – disse a raposa. Significa “criar laços”…

– Criar laços?

– Exatamente – disse a raposa. – Tu não és ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti.  E tu também não tens necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim único no mundo. E eu serei para ti única no mundo…

– Começo a compreender – disse o pequeno príncipe. – Existe uma flor… eu creio que ela me cativou…

Cuidar de quem se ama, sentir saudade no meio do dia, contar as horas pra ver novamente, ter necessidades e ser único. Pense nisso. Pratique e terá um amor pra vida toda.

Posted on: 13/01/2012

Companhia – Sentar ao lado do outro no sofá e ficar olhando pra tv
Companheirismo – Sentar ao lado do outro no sofá de mãos dadas, brigar pelas últimas pipocas do pote, dar altas risadas da comédia, chorar no ombro do outro no final do filme triste ou dizer: que m3rd@ de filme hein, vamos dar uma voltinha na rua?

Faz um tempo que estou redigindo esse post nas ideias. Tinha vontade de escrever, mas alguma coisa me prendia os dedos. E achei, enfim, que o momento chegou.
O momento que cheguei na frente da placa que indicava o caminho que vinha procurando.

Passei por caminhos difíceis, me esforcei pra sair do barco que eu mesma ajudei a furar por conta dos erros de pessoa imatura que fui. Fui ficando esperançosa e feliz com a minha evolução, percepção de novas coisas e senti muita alegria ao ver que as feridas tinham cicatrizado por completo.

Fui curtir o lado bom e gostoso da vida  em companhia dos amigos e no ano passado tive o privilégio de conhecer pessoas incríveis e que hoje também são amigos do coração.

Mas um certo amigo que conheci em 2007 mas não via a quase 2 anos mandou no dia 02 de setembro um SMS e li o seguinte: CASA COMIGO?
Um amigo muito querido que eu morria de saudade, mas tinha preferido deixa-lo nas vírgulas da amizade verdadeira, aquela que não tem ponto final.

Nos encontramos e o que aconteceu nos dias seguintes foi tudo o que  idealizei, o que pedi, o que desejei. A amizade se transformou em paixão e a paixão, em amor.

1º foto juntos em 18-09-2011

   

Roberto chegou quando meu coração estava pronto para amar novamente. Foi um reencontro surpreendente. Minhas ideias estavam organizadas e começamos um namoro muito gostoso, cheio de carinho, sorrisos e felicidade.

Conversas francas, sorrisos sinceros, aprendemos a controlar nossas imperfeições e desejamos sempre dias cada vez mais felizes.

Somos dois carentezinhos safados. Gostamos de carinho, de mimos, de presentinhos e de palavras doces. Ele sabe direitinho como me ganhar. E eu sei também o que o deixa feliz. É impressionante como vamos cada dia que passa nos envolvendo mais, nos conhecendo e querendo estar cada vez mais unidos.

Ele é do tipo que faz surpresas e gentilezas. Eu, do tipo que cuido e quero pra sempre.

E das surpresas, essa foto ao lado foi a primeira. No dia da comemoração do meu aniversário, ele tinha um compromisso e disse que não poderia comparecer. E quando chego na festa, lá estava o meu melhor presente: o namorado.
Com ele, entendi a diferença entre companhia e companheiro e se você não sabe, vou te explicar: O Companheiro se preocupa em saber se a companhia dele é agradável, se pode fazer algo para que a convivência fique melhor. Quase tão parecido em ter um cachorrinho de pelúcia que está do mesmo jeito na cama e um cachorrinho de verdade que pula e abana o rabinho  de felicidade quando chegamos em casa.

Comigo, ele aprendeu a dançar e diz que tem gostado muito. Eu mostro pra ele o meu mundo, ele me mostra o dele. Juntos, vivemos essa mistura que tem nos completado, tem nos feito bem.

Dessa relação eu espero entender que cada um tem sua história, seus gostos, suas preferências e seus limites, mas que as vezes, vale a pena  abrir mão de algumas preferências, só para agradar o outro.
Espero festas de comemoração, espero tardes tranquilas com um pote de pipocas nas mãos enquanto assistimos um filme, passeios pelo parque e viagens inesquecíveis.

É isso, eu quero momentos simples e lembranças inesquecíveis.

Como no dia 10-01-2012 em que mais uma vez recebi um SMS surpreendente: Quer ser minha noiva?

  E essa pergunta foi o que me incentivou a escrever esse post.

Robs, querido. Obrigada por ter sido tão paciente. Você sabe o quanto. Obrigada por ter me escolhido e ter feito meu coração se abrir novamente.

Compartilho essa felicidade com a minha amiga Simone Cardoso  e com isso, encerro as atividades de uma categoria desse blog. (separação, desintoxicação e superação).
Porém, hoje inauguro outra – A categoria das Felicidades.

E como eu citei no post A corrente o bem,  todo mundo merece ser feliz. Sempre tem alguém disposto a ajudar, mas nós precisamos querer primeiro. Eu quis. Eu consegui. Que esse post sirva pra ajudar alguém que está tentando encontrar o seu caminho pra sorrir.
Se precisar, conta comigo

🙂


Sou como você me vê.
Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania, depende de quando e como você me vê passar.”
Clarisse Lispector

De um minuto pra outro, tudo pode mudar. O doce vira azedo e a chatice torna-se admirável.
A ruga na testa se transforma em sorriso nos lábios e a voz doce muda para um grito que dói nos ouvidos da alma.
A paciência que já é curta acaba em fração de segundos querendo isolamento imediato e depois, um mergulho no mar de carência por atenção e companhia.
E tudo isso sem máscaras. É tudo óbvio, até quem é cego percebe as alterações do velocímetro.
Nos altos e baixos, vive o bipolar.
Eu não!!! Eu sou tri
:(:


UM POUCO DE BEM E UM POUCO DE MAL. É SÓ MISTURAR COM ÁGUA.

Trabalho com comunicação há cerca de 10 anos.
.:.
RADIALISTA - Locutora profissional em espera telefônica, URA, spot comercial, corporativo, documentário, video-aula, áudio book, varejo, cerimonial e locução infantil.
.:.
PUBLICITÁRIA - Redação, desenvolvimento e criação de campanhas, comerciais, slogans e jingles.
.:.
EAD - Coordenadora de produção de material didático para Ensino a Distância
.:.
CONTATO
deborapodda@gmail.com
(11)95823-9013
.:.
*moro em São Paulo
*tenho duas filhas de 4 patas
*adoro cozinhar e comer
*palmeirense
*tenho transtorno compulsivo depressivo, em tratamento

ESSE BLOG serve como uma terapia para exteriorizar meus pensamentos, perceber minhas necessidades de mudança, avaliar meus erros e acertos, virtudes e defeitos.
Aqui tem minhas tristezas e alegrias. Meus sonhos, planos e conquistas.
Tem me ajudado! Espero que ajude você a também ter uma vitória por dia.
Um beijo.

Instagram

Enfim deu certo. Pão pizza Bolinho para aniversario do meu gato @roberto_terremoto 
Desejo muita saúde e alegrias, com a benção de Nossa Senhora Aparecida!
❤️🙏🏻 Parabéns para o meu gato!!!
❤️🎉🎁