UMA VITÓRIA POR DIA

Archive for setembro 2014

A depressão é uma doença e tem afetado cada vez mais pessoas pelo mundo. Tem-se que, atualmente, a depressão afeta mais de 350 milhões de pessoas no mundo inteiro e que de acordo com projeções da Organização Mundial de Saúde, no ano de 2030 a depressão será a mais comum, entre todos os tipos de doenças.

Sendo assim, a Organização Mundial de Saúde (OMS) criou uma animação para mostrar de forma clara o que é a depressão, e como se livrar deste problema.

Todos nós devemos conhecer um pouco sobre essa doença que tem se tornado tão comum e ajudar quem conhecemos a superá-la.

Na postagem anterior, comentei sobre a nova medicação, o Citalopram. Gostei muito dos resultados. Já tem um mês que estou me sentindo um pouco mais calma. As coisas continuam me incomodando e irritando, mas algumas eu consigo conversar e explicar para a pessoa que aquilo me faz mal e pedir para parar, não fazer, ou se não tiver jeito, eu explico que vou sair de perto um pouco para não me irritar. Por exemplo: gente batendo os dedos na mesa, barulhos repetitivos, assovio, atrasos.

Depois que aprendi a explicar para as pessoas as coisas que me irritam, que me fazem perder o controle, e aprendi a tentar me controlar e ver se consigo superar, tenho certeza que foi um grande salto no meu tratamento, mas tem uma coisa que é muito, muito difícil pra mim.

BARULHO

Televisão, música alta no carro, em casa, qualquer tipo de som alto, agudo, repetitivo, me tira a concentração e o equilíbrio.
A maior dificuldade que tenho é no trabalho. O barulho da sala onde trabalho é muito grande e  eu perco completamente  a concentração, fico muito dispersa, começo a me sentir como se estivesse em um labirinto de vozes. Nesse estágio, começo a sentir um aperto no peito, as vozes parecem que aumentam, as minhas mãos começam a tremer. O meu ouvido parece arder. Daí eu quero pegar o meu protetor de ouvido mas  as minhas mãos começam a tremer, vários telefones tocando ao mesmo tempo, parece que esqueci onde está o protetor de ouvido e acabo saindo correndo da sala, para parar de sentir esse sufocamento, esse ardido no ouvido, essa sensação de estar perdida em um labirinto.

Eu não faço parte dessa sala onde estou. Eu faço parte da equipe de produção de conteúdo de Ensino a Distância, mas por dificuldades de logística, estou no andar do setor comercial. Diversos jovens e adolescentes estagiários falando, atendendo clientes ao telefone, mas em alguns momentos, eles falam, e bastante alto, das particularidades da vida deles e começam as risadas, as brincadeiras. Então, eu que tenho como característica, trabalhar quieta, sem conversar, fico muito atrapalhada, perco a concentração e começo a ficar nervosa.

Estou nessa sala desde setembro de 2013 e tenho plena certeza que a minha produtividade caiu muito.

Já comuniquei por algumas vezes os meus superiores sobre essa dificuldade mas nunca foi feito nada. Em uma sala que tem quase 20 pessoas no lugar certo e fazendo a mesma coisa, a única pessoa que não faz o mesmo trabalho sou eu, então… não tenho força nenhuma pra mudar algo. Só sinto que estou pior a cada dia. Já conversei inúmeras vezes com a minha psiquiatra sobre isso. Ela me recomendou para sair da sala sempre que me sentir sufocada. Se eu fizer isso, vou passar mais tempo fora da sala do que dentro.

Algumas vezes, já acordei e fiquei com uma sensação incômoda, pensando em vir trabalhar e encontrar aquele barulho.O sufocamento começou em casa. Tive vontade de não ir trabalhar, mas respirei fundo e fui.

Sabe, as vezes gente vai se moldando ao mal, por medo de largar tudo para encontrar o bem. Precisamos é ter cabeça no lugar e coragem para mudar ou se mudar.


UM POUCO DE BEM E UM POUCO DE MAL. É SÓ MISTURAR COM ÁGUA.

Trabalho com comunicação há cerca de 10 anos.
.:.
RADIALISTA - Locutora profissional em espera telefônica, URA, spot comercial, corporativo, documentário, video-aula, áudio book, varejo, cerimonial e locução infantil.
.:.
PUBLICITÁRIA - Redação, desenvolvimento e criação de campanhas, comerciais, slogans e jingles.
.:.
EAD - Coordenadora de produção de material didático para Ensino a Distância
.:.
CONTATO
deborapodda@gmail.com
(11)95823-9013
.:.
*moro em São Paulo
*tenho duas filhas de 4 patas
*adoro cozinhar e comer
*palmeirense
*tenho transtorno compulsivo depressivo, em tratamento

ESSE BLOG serve como uma terapia para exteriorizar meus pensamentos, perceber minhas necessidades de mudança, avaliar meus erros e acertos, virtudes e defeitos.
Aqui tem minhas tristezas e alegrias. Meus sonhos, planos e conquistas.
Tem me ajudado! Espero que ajude você a também ter uma vitória por dia.
Um beijo.

Instagram

Minhas fofuras Brinquedo coletivo O brinco maravilhoso que a @kzonzini me deu